29 Outubro 2006

UM HOMEM A QUEM CHAMARAM CAVALO

O HOMEM A QUEM CHAMARAM CAVALO

Richard Harris é John Morgan, um rico aristocrata inglês, que parte para o oeste americano numa viagem de caça. Durante a expedição é capturado por uma tribo de indios Sioux, que o escravizam, transformando-o num autêntico cavalo de carga. Através da sua coragem e personalidade, Morgan, vai conquistando a tribo e acaba mesmo por se integrar na tribo, chegando a liderá-la após um arrepiante ritual de iniciação. Um magnífico western, que ajudou a limpar a imagem de selvagens que os indios tinham entre os americanos. Este é daqueles filmes únicos na vida de um realizador, Silverstein, um realizador de televisão, inscreveu assim o seu nome na sétima arte. Neste filme tudo foi bem nada foi deijado ao acaso para retratar da forma mais fiel e com rigor histórico a vida numa tribo Sioux. Até mesmo o arrepiante ritual iniciático está bem documentado por historiadores americanos e foi proíbido pelas autoridades já nos finais do século XIX. Já vi este filme há muitos anos atrás e nunca esqueci a grande interpretação de richard Harris, que entrou logo na minha galeria de actores preferidos. O filme teve duas sequelas mas nenhuma delas se compara com o original.

Realização: Elliot Silverstein

Actores: Richard Harris, Judith Anderson, Jean Gascon e manu Tupou.

EUA, 1970

Sem comentários: