08 abril 2007

O OUTRO LADO DO ARCO-ÍRIS


O OUTRO LADO DO ARCO-ÍRIS

Carica tem apenas sete anos e quer uma bicicleta de presente de Natal. Mas a sua família não tem dinheiro e oferece-lhe um livro.
O avô conta-lhe a história do pote de ouro no fim do arco-íris. No primeiro dia em que faz chuva e sol, Carica lança-se à aventura.
"O Outro Lado do Arco-Íris" é uma história em que a realidade se confunde com o sonho. Imaginado por uma criança, sobre uma criança, e para ser visto por crianças. Ou pela alma de criança dos adultos.É também uma história de aprendizagem. Do próprio realizador, do seu personagem principal, que parte em busca do sonho e descobre a realidade, e de todos aqueles que quiserem ver no filme coisas simples da vida, a que só damos valor quando sentimos falta delas.
Primeiro argumento escrito pelo realizador, no primeiro exercício do primeiro curso de cinema que frequentou, "O Outro Lado do Arco-Íris" vê agora a luz do dia anos depois, preservando as intenções do primeiro momento: transmitir aos próximos uma história de tradição oral com a mesma pureza e simplicidade com que nos foi transmitida a nós, integrando para sempre o imaginário de fantasia que nos faz sonhar.

Uma curta portuguesa exibida em conjunto com o filme DOT:COM
Realização: Gonçalo Galvão Teles
Com: João Miguel Direitinho, Nicolau Breyner, Joaquim Horta, Francisco Salgado
Portugal, 2004
21 min
Estreia: 5 de Abril de 2007

3 comentários:

citizenmary disse...

Fico com vontade de ver. É que eu também acredito no fim do arco-íris...

Anónimo disse...

Dos filmes mais bonitos que vi em toda a minha vida !

luid figo disse...

eu tambem viz o filme e o meu nome nem ai esta ok